Nos acompanhe - Assine o nosso feed e a nossa newsletter

Gostou da INFORESGATE? Nos Acompanhe - Assine o nosso FEED RSS ou a nossa newsletter! E fique sempre informado! :)

Assinar o feed

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Clonaram o perfil do Google no ORKUT


Os funcionários do Google Brasil não querem aparecer. Eles criaram perfis genéricos para moderar comunidades oficiais do Orkut, mas foram clonados por um spammer.
Sim, é uma história surreal com um desfecho absurdo. Quando decidiu criar e administrar comunidades em sua rede social, o Google Brasil mostrava quem eram os moderadores, como nome e foto.
De uma hora para outra e sem explicar o motivo, a empresa resolveu substituir esses perfis por outros, com o nome de Orkut Oficial. No lugar da foto há o logo do Orkut e, dentro do perfil, aparece um selo de funcionário do Google, outro de conta prata (e-mail confirmado) e outro de comunidade milionária (dado a quem tem uma comunidade com mais de 1 milhão de membros).
No Google+, perfis sem identificação são sumariamente deletados e considerados como fakes. No Orkut, também – quando não são oficiais, é claro. Criar um perfil que pode ser considerado como fake pelo usuário é uma estratégia no mínimo estranha.
Mas, como se não bastasse essa confusão, spammers começaram a criar fakes, copiando cada detalhe do perfil oficial e chamando usuários, dentro das comunidades gerenciadas pelo próprio Orkut, para outras, falsas. Uma das iscas são selos que não existem. Veja, abaixo, imagens do perfil oficial (acima) e do falso (abaixo) – clique para ampliar as telas:


O fake do Orkut Oficial parece pertencer a spammers que controlam a Divulgação Comunidade. Tudo indica que o objetivo desse pessoal seja inflar comunidades para depois postar anúncios ou capturar informações de internautas. Eles atuam até mesmo na comunidade Desafios do Gluglu, mantida pelo Google Brasil. Lá, uma internauta denunciou a manobra em um dos posts:
“QUERO FAZER UMA DENUNCIA. ESSES PERFIS FALSOS ESTÃO FAZENDO COMUNIDADES PROMETENDO SELO ELES SÃO IGUALZINHO AOS ORIGINAIS
DE QUEM TRABALHA NA GOOGLE.O PIOR É QUE OS USUARIOS ESTÃO ACHANDO QUE SÃO OS FUNCIONÁRIOS DA GOOGLE QUE ESTÃO FAZENDO ISSO E FICAM INSATISFEITOS COM O  ORKUT. ESSE É UM DOS PERFIS

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=9910973284847104638

————————-

VEJA O QUE POSTOU EM UM TÓPICO DE UM FORUM DA COMUNIDADE ´´ORKUT DESAFIOS´( ESSA COMUNIDADE)

Orkut

Como todos sabem o Google, acaba de completar 13° anos de existência e como a nossa equipe administra O “Orkut”, iremos distribuir “Selos”, especias a essa data tão importante

Quem participar da comunidade até, 30/09/2011, as 12:00 irá Receber um “Selo” especial ao

13° aniversario do Google (Comunidade) :: PEGUE AGORA SEU SELO ::

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=118315279

Fonte: INFO

Abraços,

Ricardo Aguero 

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Ativando a Timeline no Facebook

No último post eu mostrei como botar a timeline em seu facebook "...endereço http://www.facebook.com/about/timeline e clicar no botão Sign me Up, localizado na base da página...". Mas ele demora um pouco para funcionar, se você é daquele apressadinho gosta de fazer  ever a mudança na hora segue essa dica abaixo.

O site de tecnologia TechCrunch publicou um artigo que explica como ativar o recurso. Ele observa que há possibilidade de haver bugs, que inicialmente apenas você verá a sua linha do tempo (“a não ser que você decida o contrário”), que o recurso parece ser desativado quando você faz o login em outra máquina (diferente da usada para ativar a função) e que você precisa ter uma conta “verificada” para um dos passos – “o que significa que você precisa de um número de cartão de crédito ou telefone conectado à conta”.

Eis uma tradução livre do tutorial passo a passo publicado pelo TechCrunch:

1. Faça login no Facebook.

2. Ative o “developer mode” (modo de desenvolvedor), se você ainda não o fez. Para isso, digite “developer” na caixa de busca, clique no primeiro resultado (que deve ser um aplicativo feito pelo Facebook, com centenas de milhares de usuários) e adicione o aplicativo.


3. Vá ao “developer app” (aplicativo de desenvolvedor) (se o Facebook não o colocou lá automaticamente, ele deve aparecer na sua barra de ferramentas à esquerda).

4. Crie um novo app (não se preocupe – você não o enviará para alguém vê-lo ou usá-lo). Dê ao seu novo app qualquer “display name” e “namespace” que você quiser. Leia e concorde com a “Platform Privacy Policy” (políticas de privacidade da plataforma). É neste passo que você precisa ser um usuário verificado (esse processo pode demorar alguns minutos).



5. Confira se você está na tela de configuração principal do seu novo app. Você deve ver o nome do seu app quase no topo da página.

6. Procure o menu “Open Graph” e clique em “Getting Started”. Crie uma ação de teste para o seu app, como “read” a “book” (“ler” um “livro”), “eat” a “sandwich” (“comer” um “sanduíche”) ou “kiss” a “girl” (“beijar” uma “garota”).


7. Isso deve levá-lo a uma página de configuração de tipo de ação. Mude algumas das configurações principais (eu mudei o passado de “read” para “redd” – de novo, apenas você pode ver isso, a não ser que você teste e envie o seu aplicativo ao diretório público) e passe pelas três páginas de configurações.


8. Espere de 2 a 3 minutos.

9. Volte à sua tela inicial do Facebook. Um convite para testar a Timeline deve aparecer no topo da página. Clique em “Get It Now”.



Abraços,

Ricardo Aguero

Facebook muda completamente e fica cheio de novidades

Ao longo das próximas semanas, o Facebook vai introduzir várias mudanças, apresentadas hoje por Mark Zuckerberg, executivo-chefe da empresa, na conferência F8. A Timeline, uma linha do tempo com as atividades do usuário, é a principal delas.
Outra novidade é a integração com aplicativos de música e vídeo. A novidade, cujo lançamento ainda não tem data definida, também chegará ao Brasil, mas depende de parcerias entre o Facebook e os serviços de música e vídeo disponíveis no país.
Veja abaixo uma lista das novidades do Facebook.
 
TIMELINE

Mostra uma linha do tempo de suas atividades. Hierarquiza informações de uma forma diferente, buscando dar ênfase ao que for mais importante em cada período. Eventos que aconteceram há mais tempo tendem a ser resumidos de forma mais condensada, enquanto os mais recentes são exibidos de forma mais extensa. Se o usuário acha que um período importante de sua vida não está contemplado pela Timeline de forma apropriada, pode adicionar informações e elementos, inclusive sobre etapas de sua vida em que nem era associado ao Facebook. 
O Timeline, novo modo de exibição do perfil dos usuários do Facebook, começará a ser disponibilizado nas próximas semanas. Mas os usuários mais apressadinhos já podem entrar na fila para serem os primeiros a receber a atualização.
Para isso, basta acessar o endereço http://www.facebook.com/about/timeline e clicar no botão Sign me Up, localizado na base da página.
 

Reprodução
A Timeline vai hierarquizar informações sobre as atividades de uma forma diferente
A Timeline vai hierarquizar informações sobre as atividades de uma forma diferente
 
VERBOS DIFERENTES

Será possível usar novos verbos para compartilhar atividades. Mark Zuckerberg explica a novidade com o seguinte exemplo: "Você não precisa 'curtir' um livro. Pode apenas 'ler' um livro". 


Reprodução
Será possível usar outros verbos para falar sobre atividades, como "leu" e "viu"
Será possível usar outros verbos para falar sobre atividades, como "leu" e "viu"
 
INTEGRAÇÃO COM MÚSICA E VÍDEO

O Facebook fez parcerias com empresas como Netflix, Hulu e Spotify para aumentar sua integração com música e vídeo. Usuários terão novas formas de compartilhar o que estão vendo e escutando, e poderão ter um perfil musical no Facebook. Além disso, Zuckerberg demonstrou na F8 um recurso para ouvir música com amigos simultaneamente. 



Reprodução
Usuários poderão ter um perfil musical integrado com o Spotify
Usuários poderão ter um perfil musical integrado com o Spotify
 
NOVAS FORMAS DE COMPARTILHAR

Por meio de aplicativos, será possível compartilhar, por exemplo, o que você está comendo, que receita está preparando ou quantos quilômetros você percorreu da última vez que saiu para correr. 



Abraços,

Ricardo Aguero

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Privacidade chega ao Foursquare

A onda de privacidade encabeçada pelo G+ e adaptada pelo Facebook finalmente chegou ao Foursquare.

O Foursquare lançou uma nova opção de privacidade para quem não quiser divulgar, por exemplo, o endereço de sua casa. A ferramenta permite qualificar o local de check-in como privado. Para isso, basta selecionar “home” como a categoria principal do lugar. Assim, o endereço ficará visível apenas para o usuário e seus amigos – os demais visualizarão apenas um mapa ampliado sem nenhuma demarcação. Caso o check-in seja compartilhado via Twitter ou Facebook, a URL do local irá incluir o mapa sem uma localização específica.

De acordo com o site do Foursquare, o usuário poderá também desmarcar um local identificado como sua casa, mesmo quando não for o responsável pela marcação. Neste caso, é preciso ir até a página do local, clicar em “reportar problema” e mudar a categoria selecionada.
Um porta-voz do Foursquare informou ao Mashable que a implantação do novo recurso está em processo de adaptação, e que ainda esta semana deverá ser feito o anúncio oficial da novidade. 
 
Um bilhão de checkins. Foi anunciado hoje no blog do Foursquare, que o aplicativo atingiu a marca de 1 bilhão de check-ins, sendo que em junho a marca era de 750 milhões. O blog divulgou também que já está disponível para iPhone e Android uma nova versão do aplicativo, que conta com uma lista dos check-ins feitos no último mês. Atualmente, o Foursquare tem cerca de 10 milhões de usuários e registra, em média, três milhões de check-ins por dia.


Abraços,

Ricardo Aguero
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Info Resgate Headline Animator

Ocorreu um erro neste gadget